Quinta, 02 de Dezembro de 2021 07:38
73 98168-2875
Polícia Cravolândia

Homem é preso acusado de matar a esposa grávida a pauladas em Cravolândia

A Polícia Civil informou que a vítima, Clemilda Lima dos Santos, estava com 28 semanas de gestação.

22/10/2021 01h48
207
Por: Redação Fonte: G1
Foto: Divulgação/Polícia Civil
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um homem identificado como Gilvan Lima dos Santos foi preso, na quarta-feira (20), suspeito de matar a esposa com golpes de madeira, em Cravolândia, sudoeste do estado. A Polícia Civil informou que a vítima, Clemilda Lima dos Santos, estava com 28 semanas de gestação. A mãe e a criança ficaram internadas mas morreram no hospital, Clemilda Lima dos Santos, em Jequié.

Ainda de acordo com a polícia, o crime aconteceu no dia 10 de outubro. Após uma discussão, o homem agrediu a mulher com um pedaço de madeira, e a vítima sofreu um traumatismo craniano. Clemilda e o bebê foram socorridos e levados para a UTI do Hospital Geral Prado Valadares, em Jequié, onde ficaram internados. A criança passou cinco dias na UTI mas não resistiu e morreu, na última sexta-feira (15). Já a mulher morreu na quarta-feira (20).

Segundo a investigação, Gilvan Lima dos Santos tentou suicídio logo após o crime e foi internado no mesmo hospital. No dia 15 de outubro ele recebeu alta e teve mandado de prisão cumprido na quarta-feira (20). Ele segue à disposição da Justiça e as investigações ainda devem ouvir testemunhas do caso.

A delegada Grazziele Quaresma, de Cravolândia, disse que o acusado pode ter a pena aumentada por conta da gravidez de Clemilda. “Trata-se de um feminicídio qualificado, observando que ele poderá ter a pena agravada pelo fato da vítima estar gestante, no momento das agressões. Ela chegou a ser socorrida por vizinhos, que a encontraram ferida na residência onde morava”, lamentou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.